27 de fev de 2009

Eu e os cometas invisíveis

Primeiro foi o Kohoutek, que apareceria em dezembro de ‘73 em pleno eclipse total do Sol; seria um espetáculo único — unicamente para quem viajou de avião — dizem que deu pra ver, vagamente, lá de cima. Mas o eclipse foi bem legal (meu único, por sinal...)

Então em novembro de ‘85 o indefectível Halley cruza a órbita da Terra e lá vou eu para o pico do Jaraguá tentar ver um dos objetos mais escuros do sistema solar, com tempo fechado — claro que não vi coisa alguma além de nuvens
— agora vou ter que esperar até 2061*... Valeu pela bagunça com os amigos (apesar do carro quebrado)

Os próximos foram o Swan, subitamente brilhante no final de outubro de 2006 e o McNaught, que deu o ar da graça em janeiro de 2007. Esses foram perfeitamente visíveis. E eu não fiquei sabendo deles...

Agora foi o Lulin, até onde se sabe em sua passagem de estréia próximo ao Sol (23-24/02). Seria o nosso primeiro cometa a viajar no sentido inverso à órbitas dos planetas do sistema solar; estou em condições favoráveis, morando no interior num local de céu limpo até de aviões e estando ele 'próximo' a Saturno seria um alvo fácil. Só que era véspera de Carnaval e todo mundo sabe que sempre chove no Carnaval. Vêm as nuvens, some o Lulin...

... quem manda preferir olhar pro céu a ver televisão?

9 contrapontos:

o amnésico disse...

* Se é que estarei vivo e enxergando alguma coisa aos 97 anos!

Welker disse...

Possibilidades não faltam, meu caro. Além do mais, uma coisa que me instigou... se os cometas voltam a passar pela Terra, isso quer dizer que o universo é uma bola também?! *--*

Anônimo disse...

"Estou mais para os guris do que os gurús..." Por menor que seja a estrela, ainda vale mais o céu.

Danilo Moreira disse...

Pois eh, o tempo sempre faz isso com a gente. Eu nas minhas férias de janeiro que o diga...rs

Abçs

FOXX disse...

tá vendo!
eu sabia q tinha visto o harley
eu tinha 4 anos
lembro vagamente! mto vagamente!
bem q te disse q parecia mais um sonho que algo real

Isolado disse...

Então..., você está querendo pegar carona numa calda de cometa ou prefere assistir um rabo de foguete!

Lizzie disse...

McNaught deu um show em 2007! E veja agora a minha sorte: estava acampando do dia 21 ao dia 24 de fevereiro. Dia 23, à noite, estávamos a céu aberto, no meio do campo quando eu olho pra cima e avisto a olho nu uma "fumacinha" diferente das outras estrelas. Sabia do Lulin, mas não imaginei que ele pudesse ser visto a olho nu.
Quando cheguei, vim vasculhar na internet e confirmei a suspeita: o que eu vi foi mesmo Lulin. E vi como quase todo mundo: não estava em tom branco-esverdeado (claro, a olho nu acho meio difícil vê-lo assim mesmo! Rs) mas uma pequena concentraçãozinha de nebulosidade.


Abraços,
www.lizziepohlmann.com

Fernando Amaral disse...

Ainda bem que bem antes da TV ainda tem os "blogues" das noites insones...

Anônimo disse...

Por essas e outras que eu não acredito em cometas.