7 de abr de 2011

4 de abr de 2011

24/12/2011


"Então chegou o Apocalipse. E daí? Não é o fim do mundo..."



Piadinha infame de John Constantine (o dos quadrinhos), boa demais para deixar passar.
Dá-lhe, Allan Moore!

2 de abr de 2011

Sláinte

Brindemos!

Aos Deuses desconhecidos, que a extinção de seus adoradores levou de volta às trevas do Esquecimento.

Às arcaicas Estrelas cuja luz não há de brilhar sobre a escuridão desse nosso quadrante do Universo nos próximos mil anos.

Às tenebrosas profundezas da Mente, onde Maravilhas e Horrores inauditos conversam furtivamente.

Às sombrias fontes da Vida, em sua eterna luta por alcançar o transitório fulgor da Existência.

Ao Tempo, que teme apenas as obscuras Pirâmides.

Ao Pó em que hei de me converter, no abismal ventre da Terra Mãe.

Ao Caos.

Brindemos!

31 de mar de 2011

Enquanto isso, na colônia...







"... em paz?"

26 de mar de 2011

Dia Mundial de Apagar as Luzes

... exceto as dos bancos, dos exércitos, da mídia, das bolsas de valores, dos prédios executivos, legislativos e judiciários, dos hipermercados transnacionais, das galerias de arte...

... agora, cá entre nós, haverá quem apague suas luzes.




Pena que não seja para sempre.

23 de mar de 2011

Adeus, olhos violeta


*Londres, 27 de fevereiro de 1932 — +Los Angeles, 23 de março de 2011

15 de mar de 2011

Et In Arcadia Ego




Aqui primeiro surgi. Aqui de novo deixei de ser.



Grato a Nicolas Poussin.