13 de ago de 2014

Eduardo Campos, *10/8/1965-+13/8/2014

Não sei porque, me lembrei da queda do helicóptero do Ulysses Guimarães, apesar das diferenças: Ulysses era um político de peso, enquanto que Campos era um quase desconhecido, antes de comprar sua candidatura à presidência da República.

Pode até ser paranóia, mas sinto cheiro de podre...

... e por falar nisso, a notícia já está na Wikipedia.

... e lá vem a festa...

... festa do "Carnaval", da Copa do Mundo, do "Peão de Boiadeiro", das "Eleições"...


... puta que pariu! Estou de saco cheio de tanta festa a me roubar, denegrir, caluniar...

Porque festa de senzala patrocinada pela casa-grande sempre foi roubada.


E sempre vai ser.